quarta-feira, 10 de abril de 2013

Número de mortos após terremoto no sul do Irã chega a 37



Atualizado em 10/04/2013 06h58
Tremor de magnitude 6,3 atingiu a província de Busher.Terremoto ainda deixou 850 feridos e destruiu mais de 800 casas.




As equipes de socorro prosseguem os trabalhos de busca e resgate na região afetada por um terremoto de magnitude 6,3 na província de Busher, no sul do Irã, onde até a madrugada desta quarta-feira (10) havia 37 mortos, 850 feridos e mais de 800 casas destruídas.

Segundo o governador de Busher, Fereydum Hasanvand, as vítimas fatais foram registradas nas proximidades das localidades de Kaki, onde ocorreu o epicentro do sismo, Tasuch e Shanbe, informou a agência oficial iraniana "Irna".

Hasanvand indicou que a maior parte dos feridos foi levada para hospitais da cidade de Busher, após sua retirada das localidades de Jurmoj e Ahrom, na zona do terremoto, para evitar possíveis réplicas.
Após terremoto, famílias dormem nas ruas da cidade de Busher. 
O terremoto aconteceu a cerca de 100 quilômetros da usina nuclear de Busher, a única do Irã e que está em fase de testes, embora a corporação russa AtomStroyExport, que dirige sua construção, tenha garantido que a situação no complexo é normal e que os trabalhos prosseguiam.
Segundo a agência local iraniana "Fars", o terremoto pôde ser sentido moderadamente inclusive a 500 km do epicentro em alguns países árabes do Golfo Pérsico, como a Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos e Bahrein.
saiba mais

CLICK AQUI:http://missaocorba.blogspot.com.br/2013/04/caravana-com-o-pastor-claudio-renato.html

Cerca de 10 mil pessoas perderam suas casas ou as abandonaram por medo de novas réplicas do terremoto nas zonas mais afetadas e passariam a noite na rua, segundo a agência sindical iraniana, "Ilna".

Dúzias de réplicas, algumas delas com magnitude acima de 5, foram sentidas na região.
REPRODUÇÃO: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não serão publicados comentários com os seguintes conteúdos:
- Palavrões;
- Ofensas;
- Usuários anônimos, favor identificar-se.